quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Fazer o bem

Quero hoje te falar
da ação de ajudar,
que pode ser dirigida
aos outros ou a tua própria vida.
Independe por onde vais começar,
já que o que mais vai importar
será a alegria sentida.
Tu podes agir, de fato,
em várias frentes ao mesmo tempo.
Enquanto abandonas teu lamento,
podes ver que sempre há a teu lado
quem precise ser ajudado.
Assim estarás alinhando teus passos
ao caminho por ti já traçado.
Entrega-me teus braços
para que o bem seja concretizado.

Cede-me tuas palavras,
para que o fel se extinga no mundo.
Alivia as dores dos que padecem
e sentirás alívio profundo.
Suplico-te asilo e cooperação,
não te detenhas ante dificuldades,
certo que temporárias todas elas são.
Sou a beneficência, sou o fazer o bem
a quem quiseres, a quem te apetecer.
Pois o bem que a outros fizeres
a ti mesmo irá reverter.