quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Lá e cá...

Há períodos em que descanso,
me deleito no remanso
e sou grata por existir.
Há momentos em que me aflijo
e sentida prece dirijo
ao meu anjo protetor.
Peço alegria e calma,
peço paz para minha alma
e que ela sinta seu amor.
Em outro tempo me viro do avesso
e faço troça, falo bobagem,
cogito viver na malandragem...
Mas sempre há o momento
em que no espelho me meço
e fico feliz com o que vejo:
alguém que não é branco ou preto,
nem tanto ao mar, nem tanto à terra.
Sou a bela, sou a fera,
o dragão e a mocinha.
Trago em mim a força e a fraqueza,
a alegria e a tristeza
e sei que jamais estou sozinha.
Tenho amor e fé no coração,
mantenho a cabeça erguida
e meus pés bem firmes no chão...


Lori Preusch
Alina Eydel