quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Tempo...


Tempo de ir,
tempo de vir,
de chegar e de partir.
Todo o tempo
é tempo de tudo:
do raso e do profundo,
de poder e de abrir mão.
Todo o tempo
é tempo de mostrar
o que vai escondido
no coração.
Também é tempo de cuidar
do que se diz,
ao expor ao irmão
a própria opinião.
O tempo tem
seu tempo particular,
mas em tempo algum
nos esqueçamos
de que, sempre e todo o tempo,
é sempre tempo de amar!


Claude Monet