terça-feira, 28 de maio de 2013

Reconhecimento

Se a melancolia te consome e aflige,
enchendo-te o coração de tristeza e dor,
não estará na hora de reconhecer
que é a vida que te exige
que te renoves em novo saber
e que saias de vez desse torpor?
E se é preciso que as lágrimas lavem
o coração ferido que doi,
também é necessário que reconheças
que, com imobilismo, nada se constroi.
Assim, para que consigas dar o passo,
que sei não ser fácil,
te ofereço como apoio, meus braços.
Conta comigo, eu que te amo
e te vejo forte, apesar da melancolia.
Afinal te conheço há tanto tempo,
tenho te acompanhado todo dia,
nada do que vem de ti me é estranho.
Sei que, se me reconheceres,
serás livre de tanta dor e temor;
estou em ti, vivo por ti,
sou a luz do teu interior...


Johannes Vermeer