quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Transitar

Transito entre a paz e a aflição,
a cada momento é uma a sensação.
Apesar de já saber tanto,
há horas em que o pranto
teima em se derramar.
E isso, ao invés de acalmar,
causa-me mágoa tamanha…
Tenho tantos sonhos e planos
envolvidos em tristeza gigante,
todo o tempo o peito ofegante!

Anseio por uma resposta,
que vem de mansinho, amorosa:
- Cabe a ti tão somente,
acessar a própria compaixão!
Nada ou ninguém vive em solidão
mas, na maioria das vezes,
a simples auto-observação
traz a cura tão desejada.
Então o trânsito na estrada
poderá ser apenas o que é:
seguir com paz no coração,
a mão na mão da tua perene fé!!!