quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Uma história...


Gosto de refletir escrevendo. E os escritos variam na forma: às vezes de modo discursivo, outras em poesia.  Às vezes uma simples frase que me vem à mente me faz iniciar um texto. Hoje, por sugestão da minha querida amiga Maria Silvia Orlovas , conto um pouquinho da minha história, para quem quiser ler...
Nascida em São Lourenço (MG), terra de águas minerais, altas e lindas montanhas, céu azul e nuvens que sempre me instigaram a imaginação, fui pobre de bens materiais e rica de sonhos. De lá para cá, morei em Brasília onde meus filhos nasceram. Por tudo o que passei, muitas vezes me vi na linda música “Romaria”, de Renato Teixeira:"É de sonho e de pó, o destino de um só/ Feito eu perdido em pensamentos/ Sobre o meu cavalo/ É de laço e de nó, de gibeira o jiló,/ dessa vida cumprida a sol.
Sou caipira, Pirapora Nossa Senhora de Aparecida/ Ilumina a mina escura e funda/ O trem da minha vida.
O meu pai foi peão, minha mãe solidão/ Meus irmãos perderam-se na vida/ à custa de aventuras. Descasei, joguei, investi, desisti/ Se há sorte eu não sei, nunca vi.
Me disseram porém que eu viesse aqui/ Pra pedir de romaria e prece/ Paz nos desaventos
Como eu não sei rezar, só queria mostrar/ Meu olhar, meu olhar, meu olhar."

Então cheguei em Alpha Lux, onde me senti acolhida, enxergada e autorizada a ser eu mesma, a me expressar. Um lugar onde a espiritualidade é vivenciada, experimentada. Eu penso que  “saber sobre” é apenas coletar informações; não é o mesmo que conhecer, pois o conhecimento surge quando experimentamos dentro da alma alguma coisa. Numa das sessões que fiz com Maria Silvia, recebi a seguinte mensagem que compartilho: 
“Minha filha,
Eu fui muito treinada pra aprender a me entregar ao amor. Eu queria um amor que eu pudesse possuir. E Deus me deu o amor que eu pudesse sentir e compartilhar. Francisco, meu grande mestre e companheiro, me ensinou a amar o dia de hoje e viver o dia de hoje. Quando jovem eu fiz muitos planos e tive que sofrer a quebra de todos esses planos, da pessoa que eu mais amava nessa vida. Que foi ele. Ele quebrou todos os meus planos. Nada do que eu idealizei, eu pude viver com ele, porque ele desfez tudo. E ainda assim,  ele me ensinou a amar total e profundamente...
Você passou por coisas tão duras na sua existência porque essa dureza estava dentro de você. Como uma força, mas também como uma defesa. Agora, use a sua força para construir coisas boas. Se solte e seja feliz. Lembre-se: a perfeição da vida está justamente nas linhas imperfeitas pelas quais o destino se apresenta. A perfeição de uma árvore está nos galhos retorcidos e nas folhas espalhadas. A vida é o que deve ser. Seja feliz hoje, ame hoje, aprenda hoje. Não carregue o passado e não sofra pelo futuro. A serviço dos Mestres Eu sou Clara e atuo em você e através de você.”

Estou em AL desde 2007 e acho que aprendi, conheci muita coisa. Minha alma experimentou emoções intensas que me trouxeram paz e bem estar. E até, sem que eu sequer tivesse cogitado, acabei tendo uma das mais lindas experiências da minha vida: lá eu e Nivaldo nos conhecemos, descobrimos inúmeras afinidades e cultivamos um amor comum, amor maduro e pleno, intenso e doce...
Decidimos nos casar e continuar compartilhando as experiências com a espiritualidade, nossos sonhos, objetivos, uma vida em comum. 


E, por fim, ofereço a você, amigo leitor, mais um poema:
"Liberta de ti as expectativas
de que as pessoas sejam o que tu desejas.
Ainda que tenham havido tratativas,
o mais importante é que tu sejas realista
e conforme no mundo em que vives.
Lembra: sem expectativas não há frustração,
cobrança, desgaste ou ilusão..." 


Devagarinho vou contando mais...há muito mais...
Por hoje, veja abaixo algumas fotos do nosso casamento: